O site da Arquitetura da Terra utiliza cookies. Saiba mais sobre nossas Políticas de Cookies clicando aqui. Ao navegar você concorda com a sua utilização.
Saiba mais sobre os cookies em nossa Advertência Jurídica e Políticas de Privacidade

Por que usar terra na construção?

Por que usar terra na construção?
Casa de Terra

Arquitetura de terra típica do povo Kassena, em Burkina Faso.

Usando terra na construção

Por que usar terra na construção?

Arquitetura com terra na construção é feita desde a antiguidade. Por isso, pode-se dizer que a terra crua não é nenhuma novidade. Além da durabilidade que ela garante à construção, existem outras vantagens que a maioria das pessoas não conhece.
Existem algumas desvantagens de se usar terra crua, é claro. Como o fato de termos que capacitar mão de obra para fazer a construção. Porém, a cada dia mais temos profissionais qualificados no mercado. Assim como aumenta à busca por viver de forma saudável e sustentável.

Ait Benhaddou, no Marrocos, é uma das cidades mais antigas do mundo.

Durabilidade das construções com terra

A construção com terra é como se fosse a construção com outros tipos de materiais, mas é saudável e sustentável. A arquitetura de terra é capaz de atender às necessidades de uma construção confortável e duradoura.

Algumas pessoas perguntam se uma construção com terra é durável. Para responder isso, basta observar os grandes exemplos da arquitetura mundial construídos em terra em séculos passados que continuam em uso. Um deles é a cidade inteira de Ait Benhaddou, no Marrocos, cenário de vários filmes, entre eles, “Gladiador” e, recentemente, a séria “Game of Thrones”. A cidade fundada em 757d. C., permanece em ótimas condições e ainda é habitada por alguns moradores. Foi reconhecida pela UNESCO como Patrimônio Mundial da Humanidade em 1987.

Biblioteca Infantil de Muyinga, em Burundi. desenhada pelos arquitetos belgas BC Architects.

Umidade e saúde ambiental

Principalmente em tempos de aquecimento global, no qual o clima é incerto, uma casa em terra é uma boa ideia. Isso porque a terra crua é capaz de regular a umidade do ambiente, chegando a 50%. Condição ótima de qualidade interna do ar para se ter um ambiente saudável. A terra é um dos poucos materiais de construção capaz de gerar essa qualidade ambiental de forma natural.
Nesse caso, se preocupar com o aparecimento de fungos e excesso de umidade, não é necessário, pois isso só acontece em ambientes nos quais o nível de umidade chega a 60%. O que é fundamental para saúde, especialmente de quem sofre com a recorrências de doenças respiratórias.

Living do Brasil de Pau a Pique na Casa Cor SP, 2015. Arq. Roberto Migotto

Economia e conforto

Considerando o investimento financeiro, a construção com terra pode ou não ser mais econômica do que as técnicas convencionais. O que vai definir isso, são as decisões de projeto. Como decidir da técnica de terra mais adequada para cada local e as definições de matérias de acabamento. Por isso a escolha de um profissional com experiência em arquitetura com terra é tão importante.
A construção de terra pode trazer economia a longo prazo, pois proporciona conforto ambiental, reduzindo o uso do ar condicionado. Além disso, oferece um ambiente saudável, o que consequentemente, reduz gastos com saúde, que não são nenhum pouco desejáveis.

Casa de terra

Arquiteta Lucia Garzon Subachoque – Colômbia

Qual tipo de terra pode ser utilizado?

Antes de fazer o projeto da construção, é necessário fazer alguns testes técnicos com o solo. O solo é composto por partículas de granulometria e natureza diferentes: argila, areia e silte. A maioria dos solos é boa para construção, mas dependendo de sua composição, serão mais adequados para determinada técnica. Mas, existem alguns tipos de terra precisam de adição de algum aditivo, como areia ou fibras vegetais.

Argila: Tem o poder de unir grãos de areia para garantir que haja uma unidade que sustente a estrutura construída. É altamente expansiva em contato com a água, quando em excesso pode gerar rachaduras, devido ao efeito de retração.
Areia: É responsável pela firmeza da construção, ela tem o poder de reduzir as fissuras produzidas pela argila. Mas, é claro que a areia sozinha não tem capacidade de sustentação.
Silte: Sua função é completar espaços que, eventualmente, ocorrem durante a construção.
Construir com terra, garante valorização à estrutura, durabilidade e obtenção de um ambiente com umidade equilibrada. É uma prática sustentável e produz ambientes bonitos e saudáveis. Esses são os motivos pelos quais se deve usar terra na construção.

Texto: Arq. Vika Martins

Envie seu comentário

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE